29 de nov de 2016

Luto

É difícil lidar com a morte, com a perda principalmente quando ela é muito recente, o cheiro da pessoa amada ainda está presente e quando se fecha os olhos se vê e ouve a voz dela.

O Padre Luizinho no site da Canção Nova nós dá pista de superar esse momento ele diz superar mas eu diria lidar.

Passos para retomar o processo e viver bem as perdas e o luto

1º – Assumir que você tem direito de estar de luto, de chorar, querer se recolher, sentir a dor da ruptura. Não tente mascarar a realidade e os seus sentimentos. Isso é natural, querer fugir disso é problema na certa;
2º – Dar nome aos seus sentimentos: dor, saudade, decepção e revolta, pois você esperava outra coisa, até um milagre, a recuperação, a reconciliação;
3º – Perdoar e reconciliar-se com todas as situações que envolveram essa perda: perdoar a pessoa que faleceu, por ela ter ido dessa forma tão cedo, por ter se separado de você, por não ter se despedido etc. Perdoar Deus por ter permitido essa morte ou essa perda, por não ter realizado o que você tanto pediu. Perdoar as pessoas que estavam vivendo com você esse momento, médicos, parentes, instituições. Perdoar a si mesmo por ter se exposto, por não aceitar o processo natural e não se permitir sofrer.
4º – Tomar consciência de que Deus está no controle de todas as coisas. O desejo d’Ele não é a morte nem o sofrimento humano, mas acontece no “tempo de Deus”, pois Ele sabe o que é melhor para nós. A providência é a sabedoria de Deus que rege todas as coisas, a visão d’Ele não é limitada à nossa. Deus não erra e sempre nos vê com amor.
5º – Guardar uma verdadeira imagem da pessoa que se perdeu. Quando se perde alguém, é costume preservar a imagem da pessoa, mas o exagero da memória de quem morreu ou foi embora não nos ajuda a recuperar o luto, a perda. Por isso, é essencial guardar a verdade das pessoas, as qualidades e os defeitos. Não é só porque morreu, que se tornou santo: “”Ah, fulano era tão santinho! Só tinha alguns defeitinhos de nada!””.
“Ao vê-la chorar assim, como também todos os judeus que a acompanhavam, Jesus ficou intensamente comovido em espírito. E, sob o impulso de profunda emoção, perguntou: ‘onde o pusestes?’. Responderam-lhe: ‘Senhor vinde ver’. Jesus pôs-se a chorar. Observaram por isso os judeus: ‘Vede como ele o amava!’” (cf. Jo 11,1-45).

(...) 
Disse-lhe Jesus: “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá” (Jo 11,25).
Oração: “Senhor Jesus, também sofrestes perdas e luto. Ajuda-me com o Seu Santo Espírito a viver bem e com equilíbrio todas as etapas de minha vida, os lutos e as perdas que tenho tido na minha caminhada. Ensina-me a perdoar e a pedir perdão, a ser desapegado das coisas e das pessoas. Que eu viva intensamente o amor nos meus relacionamentos e não deixe para trás nada sem resolver. Nossa Senhora do Equilíbrio, caminhai comigo e rogai por nós.

---------------------------

Deus tenha misericórdia das almas dos que se foram e conforte os familiares, amigos e também recupere a saúde dos sobreviventes AMÉM!